Informação

Nas últimas décadas, diversos estudos têm mostrado, não só a importância de uma alimentação equilibrada para um crescimento adequado, como têm dado enfase não só à importância específica do pequeno almoço para a saúde física da criança, mas também para o seu desenvolvimento cognitivo [I-IV].
Algumas avaliações efetuadas quer na Europa, quer nos Estados Unidos, mostraram que cerca de 10 a 20% das crianças não toma o pequeno almoço de forma regular[v]. Um estudo realizado em Portugal mostrou que cerca de 91% das crianças referia tomar o pequeno almoço todos os dias [VI]. Além da regularidade da toma do pequeno almoço, é importante avaliar a sua composição. Embora os produtos lácteos mantenham a primazia como os alimentos mais consumidos, têm-se assistido a uma modificação dos alimentos que compõe o pequeno almoço típico [VII-VIII].
Em 2019, foi por nós realizado um estudo sobre o que comem as crianças dos 3 aos 10 ao pequeno almoço, em Portugal. Os resultados mostram que mais de 90% das crianças toma o pequeno almoço e que mais de metade participa na escolha e ajuda na confeção do mesmo.
A escolha da maioria recai sobre leite e pão com manteiga, sendo também frequente a escolha de leite com chocolate e de cereais no grupo dos mais velhos e a escolha de papas no grupo dos mais novos. A fruta está presente em menos de 30% dos pequenos almoços.

Neste projeto procuramos monitorizar o que comem e como é o pequeno almoço das crianças em Portugal, as suas alterações ao longo de 3 anos, mas também avaliar o que comem nos diversos lanches que fazem ao longo do dia, em casa, na escola ou noutros locais.
O projeto procura ainda avaliar o conhecimento e as atitudes dos pais/cuidadores relativamente à alimentação, no que diz respeito às crianças deste grupo etário e mais especificamente à importância que atribuem ao pequeno almoço e lanches.
O conhecimento desta realidade pode ser a base para a definição de estratégias de saúde e promoção de estilos de vida saudáveis otimizadas.


[i] Adolphus K, Lawton CL, Champ CL, Dye L. The Effects of Breakfast and Breakfast Composition on Cognition in Children and Adolescents: A Systematic Review. Adv Nutr. 2016 May 16;7(3):590S-612S. doi: 10.3945/an.115.010256.
[ii] Mullan B, Singh M. A systematic review of the quality, content, and context of breakfast consumption. Nutr Food Sci. 2010;40:81–114.
[iii] Edefonti V, Bravi F, Ferraroni M. Breakfast and behavior in morning tasks:Facts or fads? J Affect Disord. 2017 Dec 15;224:16-26. doi:10.1016/j.jad.2016.12.028.
[iv] Ptomey LT, Steger FL, Schubert MM, Lee J, Willis EA, Sullivan DK, Szabo-Reed AN, Washburn RA, Donnelly JE. Breakfast Intake and Composition Is Associated with Superior Academic Achievement in Elementary Schoolchildren. J Am Coll Nutr. 2016 May-Jun;35(4):326-33. doi: 10.1080/07315724.2015.1048381.
[v] Rampersaud G, Pereira M, Girard B, Adams J, Metzl J. Breakfast habits, nutritional status, body weight, and academic performance in children and adolescents. J Am Diet Assoc. 2005;105:743–60. https://doi.org/10.1016/j.jada.2005.02.007.
[vi] Rito AI, Dinis A, Rascôa C, Maia A, de Carvalho Martins I, Santos M, Lima J, Mendes S, Padrão J, Stein-Novais C. Improving breakfast patterns of Portuguese children-an evaluation of ready-to-eat cereals according to the European nutrient profile model. Eur J Clin Nutr. 2019 Mar;73(3):465-473. doi: 10.1038/s41430-018-0235-6.
[vii] Kafatos A, Linardakis M, Bertsias G, Mammas I, Fletcher R, Bervanaki F. Consumption of ready-to-eat cereals in relation to health and diet indicators among school adolescents in Crete, Greece. Ann. Nutr Metab. 2005;49:165–72. https://doi.org/10. 1159/000086880.
[viii] Lepicard EM, Maillot M, Vieux F, Viltard M, Bonnet F. Quantitative and qualitative analysis of breakfast nutritional composition in French schoolchildren aged 9-11 years. J Hum Nutr Diet. 2017 Apr;30(2):151-158. doi:10.1111/jhn.12412.

Sobre o observatório

O Programa Nestlé por Crianças Mais Saudáveis procura desenvolver atividades para sensibilizar crianças e adultos para a importância de uma alimentação equilibrada e diversificada e para a adoção de estilos de vida saudáveis. Este Programa, a decorrer em Portugal, desde 1999, já chegou a mais de 1.000.000 crianças.

Neste Observatório procuramos monitorizar o que comem e como é o pequeno almoço das crianças em Portugal, as suas alterações ao longo de 3 anos, mas também avaliar o que comem nos diversos lanches que fazem ao longo do dia, em casa, na escola ou noutros locais. O projeto procura ainda avaliar o conhecimento e as atitudes dos pais/cuidadores relativamente à alimentação, no que diz respeito às crianças deste grupo etário e mais especificamente à importância que atribuem ao pequeno almoço e lanches.

O conhecimento desta realidade pode ser a base para a definição de estratégias de saúde e promoção de estilos de vida saudáveis otimizadas.

Os dados disponibilizados por si serão mantidos em anonimato e armazenados numa base de dados que se manterá confidencial, só acessível à equipa do Projeto. Serão cumpridas as normas e legislação aplicável, nomeadamente a Lei n.º 58/2019, de 08 de Agosto, e o Regulamento (UE) 2016/679 do Parlamento e do Conselho, de 27 de abril de 2016.

Os dados serão divulgados de forma agregada nos relatórios e publicações associadas a este Observatório.

Videos

Contactos

Se encontrar qualquer problema com a plataforma por favor contacte-nos através do seguinte endereço de email helpdesk@keypoint.pt
Para questões relacionadas com a privacidade de dados contacte o nosso DPO através do email dpo@keypoint.pt. Para mais informações consulte o link "Privacidade de dados"no final da página. DPO